sexta-feira, 2 de outubro de 2009

A Varanda...



Vejo o sol a surgir no horizonte... A varanda me parece outra, percebo... Vejo-a diferente, mais terna, mais viva, meu abrigo nos momentos de tristeza, minha paz... O sol está despontando no horizonte, os raios iluminam os olhos dela, e eles refletem em mim tudo que a vida nos deu — me concedeu....ela---... Mesmo nos momentos difíceis, estávamos ali, juntos, entrelaçados... Mãos... Olhos nos olhos, face a face, e sempre nos abraçamos como se fosse a última vez... sempre... abraços... ternura...*** ...Estamos na varanda...o ar nos recupera as forças já desgastadas pelo tempo... minhas mãos entrelaçadas as dela... Seguro-as... Fortes... Seguro-a...
***
Sei que dificuldades tivemos ao longo da vida, mas sempre superado com o que temos de mais forte ... Amor... --- suspiro profundamente como se os raios a nos iluminar me percorressem as fibras... Abraço-a fortemente... Silencio *** ela simplesmente me olha com aquele mesmo  olhar de antes... --- como se a entender meus pensamentos ---  muito amor...muito... é algo que transcende. Perco-me no seu olhar, no seu sorriso , na sua meiguice... cativo-me mais... Faz-me amar ainda mais... a varanda tem essa magia, não sei se o conjunto... sol... mar... e ela--- minha eterna amada, Angélica --- se anjo no nome, ainda mais na alma...*** lembrou-me  Gregório...*** eu sempre... Declamei para ela o poema Angélica. Tenho-o guardado em meu coração... Sempre --- Angélica, és flor e anjo florente, deslumbra-me ainda mais... recito-o em meus pensamentos... Aperto-lhe as mãos com segurança, força...sol...poema...
Anjo no nome, Angélica na cara.
Isso é ser flor, e Anjo juntamente,
Ser Angélica flor, e Anjo florente,
em quem, senão em vós se uniformara?
Quem vira tal flor, que a não cortara
Do verde pé, de rama florescente?
E quem um Anjo vira tão luzente,
Que por seu Deus, o não idolatrara?
Se como Anjo sois dos meus altares,
Fôreis o meu custódio, e minha guarda,
Livrara eu de diabólicos azares.
Mas vejo, que tão bela, e tão galharda,
Posto que os Anjos nunca dão pesares,
Sois Anjo, que me tenta, e não me guarda.

***
Ah! O tempo... Já passamos por quase tudo nesta vida --- aprender --- nos fez ainda mais... Como se fôssemos um... Olhos nos olhos... Neste dia mágico...*** voltamos nossa atenção para o nascer do sol como a nos dizer, que tudo passa tudo renasce...*** Angélica!--- Pronunciei baixo --- mas bem perto ao ouvido... Tinha carinho, muito carinho... --- a vida nos foi abençoada, gratificante, a felicidade foi conquistada, construída dia após dia... --- ela com um aceno de cabeça e um sorriso afirmativo... Os grisalhos significavam experiência, maturidade.
***
Angélica! --- envelhecer ao teu lado foi uma dádiva, meu amor por ti ainda é chama, é forte, tranqüilo, eterno... Como antes ---... Filhos... Hoje já temos netos, a vida é bela! *** O tempo... Ah! O tempo... Não precisaria voltar se pudesse; já tenho a quem amar, já tem quem me ama... Estou pleno, completo... Posso seguir contigo... Juntos... Abraço-a forte novamente... Beijo-lhe o rosto... O sol avança em seu destino eterno; Eu... No meu amor eterno...*** a idade nos fez mais fortes, menos hipócritas, menos rancorosos... Aprendemos juntos, a sermos mais... --- beijo-lhe os lábios... Olhos nos olhos... Ainda somos nós... O amor...............................
*** 
A varanda... Antes tristeza, hoje alegria... O vento nos toca a face, o sol nos fortalece... ela recosta-se em meu peito... Abraço-a forte... Começamos num olhar e terminaremos num olhar... Amo-te mais e mais... Angélica...
***
Destino... Encontrei-te amor... Encontramo-nos!
***
Sol. Mar. Varanda... Nós... Amo-te... Meu amor eterno!



2 comentários:

Louyse disse...

Se existir um amor assim ...........quero pra mim!!!!!!!!

Pra variar escrevendo textos cheios de pura emoção!!!!!

Éris #)~ disse...

Tão romântico o meu maninho. Coisa linda! *-*

Outro texto maravilhoso né? Super delicado. Adorei de verdade

 
Creative Commons License
This obra by Hórus is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at umcontadordehistoria.blogspot.com BlogBlogs.Com.Br